IGBOHO – OYO -NIGERIA

IGBOHO – OYO -NIGERIA

IGBOHO – OYO -NIGERIA 720 960 Renata Barcelos - Yemojagbemi Omitanmole Arike

Continuando a Saga.. com direito as partes Insólitas..

visitar palácios de reis já havia virado rotina nesta parte.

Quanto mais para norte estávamos indo 4 coisas se intensificavam.. as placas de templos muçulmanos, de igrejas católicas, as escolas na estrada também destas tradições religiosas, a mata fechada na estrada e também a frequência de monitoramento do exercito, que nos paravam pediam a documentação e queriam saber para onde estávamos indo. sempre gentis explicavam inclusive que evitavam sequestros desta maneira, falavam com alguns fora do carro e depois confirmavam a informação comigo. Evidente que estar junto com uma carta convite do Alaafin Oyo ajudou muito neste processo, alguns diziam era só ter falado antes.

Também estava nítido que ali o contato com o estrangeiro não foi tão presente, algumas crianças nunca tinham visto pessoas brancas e simplesmente corriam com minha presença. demorei um bocado até que elas tomassem coragem de relar minha mão.

Bom seguindo.. antes de ir para o condado de Yemoja passamos no palácio, muitas cidades principalmente as menores me disseram ser habito ir se apresentar para o rei e dizer o que veio fazer na cidade, e pedir a permissão para estar ali.

Pois então, passamos o portão a construção imponente tinha mais características islâmicas que yoruba, quando olhei a parede dei de cara com um imenso quadro do Alaafin Oyo, me acalmei.. tiramos os sapatos para entrar, e aguardamos em poltronas laterais.

Eis que o Rei entra cumprimentamos adequadamente nos postando no chão. Hierarquia ta ligado? Rei é o mais alto comando ali da região, tem que ser petulante para desafiar a um rei. Por isso é importante conhecermos a historia dos yoruba entender como um Rei é importante nas comunidades e qual papel desempenha, evita a gafe.

Então conversam com ele sobre minhas intenções, o rei autoriza e segue o insólito: O rei entra em uma sala, e volta com dinheiro para nos ajudar na visita. Sim o rei deu dinheiro para nós. não uma fortuna.. evidente.. não to rica as custas dos Yoruba antes que alguém com mentalidade fértil cogite a hipótese!. mas é desfeita não aceitar. acabei por distribuir com aqueles que me acompanharam na viagem.. guardei uma nota de recordação afinal uma nota moeda dada por um rei só pode dar sorte!

Evidente que fui pousar para foto aos pés do Rei.. não é todo dia que encontramos e podemos conversar com Reis Yoruba de verdade.

Evidente que fui pousar para foto aos pés do Rei.. não é todo dia que encontramos e podemos conversar com Reis Yoruba de verdade.

Conteúdo protegido