10 Coisas para saber sobre Orisa Ayan na África Yorùbá

10 Coisas para saber sobre Orisa Ayan na África Yorùbá

10 Coisas para saber sobre Orisa Ayan na África Yorùbá 600 603 Renata Barcelos - Yemojagbemi Omitanmole Arike

1-O Orisa Iyan Ayan-Agalu é cultuado por muitos Onilu – ou seja os tocadores de tambores. Existem rituais espeficicos para esse Orisa e seus tocadores.

2- Da confecção a arte de tocar são oficios e segredos passados de geração para geração

3-Os tocadores que conferem força para Orisa Ayan, são contentes em dizer que o Orisa da a voz para seus tambores.Ficaram conhecidos por “ Talking Drums” Tambores falantes.

4-Dr. Adebowale afirmou que os principais tambores falantes são o Iya-ilu, que produz música dun-dun; Bata que produzem melodia religiosa tradicional, o pequeno sonoro chamado kan-na-ngo e o que fala pelo “nariz”, chamado gangan. Gbedu, Sakara, Ogido, Adamo e keri-keri também são tambores que falam.

5-Não são todos os tipos de tambores que são consagrados para Orisa Ayan, alguns tambores tem ritos próprios do Orisa ou sociedade qual são feitos para.

6-Existem familias de tocadores, que todos os nomes de seus membros começam com Ayan como: Ayannihun, Ayanbode, Ayanlola, Ayanniran, Ayanrin.

7-Os segredos dos tambores são muito mais profundos, eles não servem apenas como propositos musicais mas tem seu “ idioma” proprio, podem servir de aviso de intrusos, novo nascimento, para enviar noticias codificadas de um local para outro, para chamar pessoas de volta para casa, servem de aviso aos reis, e para todas comunidade.

8-Mulheres podem tocar alguns tipos de tambores mas não todos.

9-Alguns tambores só podem ser tocados pela noite, outros durante o dia, alguns não podem ser tocados do lado de fora de casa…

10-Rituais para os tambores são feitos frequentemente, para garantir sua força

11-Alguns grupos de ilu são: Igbin, ìpèsè-ìpèsì, Agere, agba, Eku (Agbe), Bata, Dundun.

Em África tem cargo de Ogã?
Respondo não com esse nome, mas existem famílias inteiras que passam a arte de tocar tambores de geração para geração e que começam inclusive bem jovens, crianças, é uma arte unica que requer muito empenho e dedicação, decifrar e saber passar as mensagens dos tambores é magnifico. Sem Tambor não há Orisa orgulhe-se tocador você é essencial.

Beijos
Renata Barcelos – Yemojagbemi Arike

Conteúdo protegido