Por que o culto a Orixá prática sacrifício animal?

Por que o culto a Orixá prática sacrifício animal?

Por que o culto a Orixá prática sacrifício animal? 2048 2048 Renata Barcelos - Yemojagbemi Omitanmole Arike

Você alguma vez parou para refletir que muitas das quais nós chamamos de religião hoje, foram ( e ainda são) movimentos Civilizatórios? No sentido de dar a moral, ética e ordem para a população e junto nesta formação os Deuses, Orixás, e outras tantas deidades.

Neste caminho decisões precisaram ser tomadas – nossa sociedade se alimenta de animais? Sim ou não? E se sim como vamos então sacrificar os animais e quem irá? Dentro deste caminho muitos povos do mundo escolheram ter respeito pela vida animal, e em seu ato de matar escolheram fazer rituais para isso, dado o Kosher abate Judaico, o abate Halal o islâmico, e para nós o Orixá.

Outras populações escolheram simplesmente matar animais e não mais rezar quando o fazem… e hoje deixam só na mão dos maquinários industriais e alguém quer discutir crueldade? Trazer o animal para a ritualística, é dado a urgência de matar fome, é dado a urgência de dar importância ao animal e saber do seu valor energético. e vem a questão ..

Orixá pode ser cultuado sem animal? Em um ato de fé todas as coisas são permitidas. De fato os Orixás só precisam de 1 coisa do ser humano – ser lembrado mas…….Os rituais em si são uma transmutação energética para os seres humanos… afinal Humanos precisam de Orixá, ou seja a premissa é que o rito é para nós– desculpem é a realidade, logo não são os Orixás que precisam .. e sim nós os humanos, tal qual também são humanos quem passam fome.-

E ainda se um rito em qualquer religião de mundo fosse feito para aumentar a força do próprio “deus” seria o mesmo que afirmar que ele nunca foi bom o bastante e precisa melhorar – ou seja sem sentido – ritos, rituais, e invocações e chamados, rezas, velas, terços e romarias, são feitos para nós, para a comunidade, para favorecer a vida na terra, e para de maneira organizacional estipular como vamos estabelecer a conexão com o planeta.

O movimento civilização que ainda presenciamos e vivemos, logo abater o animal para o culto de orisa e comer a carne é sagrado e em dado momento e em muitas regiões da área yoruba é a única maneira do consumo da carne.

 ” Cristo foi o último sacrifício dos cristãos,” mas os cristãos não se tornaram veganos, alguém continua a matar o animal para eles comerem. Logo se não escolheram fazer isso de forma sagrada – só mostra mais uma vez que o interesse por perseguir religiões que o fazem, é simplesmente descaso animal, simplesmente o contrario do que prega – logo se respeitassem, teriam ritos sagrados para o abate, se respeitasse não comeriam a carne do açougue .

A discussão do abate religioso é simplesmente imoral, dado que pessoas passam fome o mundo, é imoral no sentido de que para que se um dia assim a humanidade não se alimentar mais de bichos, terá que ter plantação e verdura para todos no mundo e com acesso . Hoje sendo distante realidade, apenas lutar por comer é um desafio. Então que o debate seja a fome no mundo e como resolver.

por que temos que justificar o abate se cristãos comem carne e outros 98% da população do brasil… como será que o bicho destas pessoas morrem? Esperam a morte natural? .. a ta.. continuo… hoje o que chamamos de religião.. foram compostos que formaram a civilização, no qual em dado momento .. entre tirar a vida de um animal para comer se tornou um ato sagrado de respeito a vida do animal – a outra escolha era não rezar e simplesmente matar.

Não abater o que se come não transforma ninguém em melhor, e ainda assim se um dia você precisar – tenha respeito pelo animal e agradeça a vida dele – e quando fizer isso estará fazendo religião. Beijos – Yemojagbemi Arike Novo instagram siga lá: www.instagram.com/yemoja_arike

Conteúdo protegido