TRANSE, POSSESSÃO, MANIFESTAÇÃO, INCORPORAÇÃO EM TERRA YORUBA

TRANSE, POSSESSÃO, MANIFESTAÇÃO, INCORPORAÇÃO EM TERRA YORUBA

TRANSE, POSSESSÃO, MANIFESTAÇÃO, INCORPORAÇÃO EM TERRA YORUBA 2048 1536 Renata Barcelos - Yemojagbemi Omitanmole Arike

Vou te contar então o que vi e senti em terra Yoruba. Marca texto -”EU” – Se você teve outra experiência bacana vou adorar ler | Marca Texto -”ninguém andou por toda terra Yoruba.. e muito provavelmente nem mesmo um nativo”.

Pois é.. puts que assunto mais complicado quando falamos de manifestação de Orisa.

É preciso esclarecer que entre os Yoruba, a incorporação, manifestação etc.. foi me dito não ser uma obrigação e caso não tenha não é impeditivo para iniciação. seguindo..

entendesse aqui: transe, possessão, manifestação, incorporação – como sinônimos. (definir esses conceitos separados já é complicado.. olhar e identificar o que é o que ainda mais)

No geral:

Há quem não sabe que foi pego pelo Orisa, há quem sabe que foi, há quem recebeu mensagens, há quem caia em choro, há quem se debate a todo instante, há quem tenha sido apagado, pego em desmaio, aqueles que tremem sem parar, aqueles que lembram de tudo os que não lembram de nada.. os que lembram de uma parte.. há aqueles que possuem total controle das ações, Vi tantos tipos de manifestações diferentes.. e algumas sutis.. que o orisa pega e nem parece que foi pego..a pessoa simplesmente sai do ritmo que estava.

nesta parte o que era para organizar minha cabeça e vir com uma única verdade.. vou te contar algo: é a parte mais complicada.. simplesmente porque não há um padrão.
Dividi entre, casos formais, informais e iniciação

Casos formais:

O caso é que alguns são escolhidos como representantes oficiais do Orisa, são devidamente paramentados e precisam cumprir alguns ritos como por exemplo ir até o palácio do rei ou cumprimentar o rei onde estiver, de alguma maneira se espera que eles abençoem as pessoas da comunidade, falam, andam e possuem total controle sobre o corpo e sabem tudo que esta acontecendo, sim sabem o que é um celular, sabem o que é tirar foto, sabem que você é estrangeiro, sabem pedir para parar, bebem agua quando precisam sentam, levantam.. correm dançam. e no caso de Sango ainda enfiam algumas coisas no corpo como prova de sua força. Essas manifestações acontecem em dias específicos e são geralmente pre programadas.

Nos casos formais podem ficar muitas horas com o Orisa e podem as vezes oscilar como ir e voltar, alguns dizem que já viram orisa ficar manifestado durante dias.

Casos informais:

Os casos informais aglomeram a grande parte das manifestações de Orisa e podem se dar a qualquer tempo, porem com mais frequência se dão em festas de orisa, contato com o local de culto do orisa como rios, ao entoar um oriki, ouvir uma canção, estar simplesmente dançando, os casos de manifestação informal pode dar-se a qualquer tempo e também de qualquer maneira, pessoas caem em desmaio, podem se debater, chorar, gritar, sair correndo, sair andando, começar a dançar., a falar.. passar recados, ou também ficar com a orisa mas ter o controle do próprio corpo. Outros casos há mudança muito singela de ação, a pessoa esta andando do seu lado.. do nada acelera, vai para trás para frente começa a dançar.. e pronto la esta o Orisa.. e do nada também volta a normalidade..

Nos casos Informais assim como os formais podem ficar muitas horas com o Orisa e podem as vezes oscilar como ir e voltar, alguns dizem que já viram orisa ficar manifestado durante dias mas em muitos casos os mais difíceis como desmaios, choro, e quando se debatem muito existe um exercício por parte de quem esta a volta para tentar trazer a pessoa de volta.

Casos de iniciação:

Não posso falar que isso é uma regra geral para todos os orisa e em todos os lugares da terra yoruba por tanto tenha discernimento em sua leitura – agradeço.
Não é obrigatório que alguém manifeste o orisa, mas então te conto um segrego na iniciação com duração de 17 dias em Oyo (Osun | Yemoja | Sango) existe um ritual em uma ocasião em que se espera que o orisa se manifeste e ficam vários sacerdotes e devotos de orisa a volta do iyawo chamando e invocando o Orisa para que ele sim agarre o” corpicho” do iniciado. Durante o processo de iniciação o Orisa pode se manifestar algumas vezes.. dependera de casa um.

Sobre o tempo de manifestação em caso de iniciação quando há durante a invocação:                 ### segredo ###

Dos cultos que eu tive contato não encontrei ninguém com cargo de”ekedi” (cargo tradicional em casas de candomble) mas sim existem muitas pessoas que zelam pelo Orisa na terra, as vezes alguém que vai dormir com iyawo, ajudar a cuidar, nos casos de manifestação formal: um grupo de pessoas estão ao lado do orisa para dar suporte a ele, no caso das manifestações informais: logo alguém aparece para ajudar, principalmente nos casos onde a pessoa se debate para evitar que se machuque…. minha conclusão eles podem não ter o nome do cargo”Ekedi”, mas sim, a função de zelar pelo Orisa e pelo iyawo e é sim, feita, e nem sempre pelo iniciador.. e sim, por outras pessoas. No caso de Yemoja por exemplo que pude ficar no quarto assistindo se trocar, parecia ter pessoa mesmo escolhidas para estar ali, não que impedissem outras.. mas a iya fazia questão de chamar por pessoas especificas… beijosss.. essa foi densa!

Video: Yemoja em Oyo, Oya em Oyo, Sango em Oyo, Festival de Yemoja em Lagos 2018

Conteúdo protegido